Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Obaldoui

Onde se fabrica o pensamento

Obaldoui

08
Out18

Quero ser a pior mãe do mundo

Nunca consegui ser uma daquelas mães perfeitas que têm a casa a brilhar, com todos os truques tira-nódoas apontados num livrinho, de óculos de sol pousados num cabelo platinado perfeito, que organizam aniversários instagramavelmente perfeitos, com balões e bolos de papel, que se passeiam de braço dado com um marido ou namorado a condizer e encontram sempre motivo para dar uma risada em voz alta numa esplanada também ela perfeita.

Não lhes vejo os filhos por detrás do glamour, ofuscados com roupas compradas no Mercadito da Carlota, com boas maneiras copiadas dos livros da Paula Bobone, que sabem dizer frases feitas em inglês e francês e até comem sushi infantil.

Senti-me a pior mãe do mundo.

Tentei vislumbrar as crianças por detrás do brilho e descobri protótipos de adultos em miniatura, como bonecos sempre sorridentes em cima de um bolo. Não podem sujar-se, falar alto, rir à gargalhada ou correr.

Quero continuar a ser a pior mãe do mundo.

O que procuras?

Sigam-me

Debaixo da asa

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.