Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Obaldoui

Onde se fabrica o pensamento

Obaldoui

10
Set18

Para quê ser, ter, viver se não o tornamos num acto público?

Nunca como hoje, se abominou tanto a privacidade.

Para quê ser, ter, viver se não o tornamos num acto público?

Anónimos, órfãos da glória, abandonados pelos holofotes, não nos chega os cinco minutos de fama a que temos direito umas parcas vezes na vida.

Ansiamos pelos aplausos à nossa vulgaridade. Buscamos ser iguais, acreditando ser diferentes e únicos. Caminhamos cegamente para a extinção da nossa individualidade, daquilo que nos torna únicos, massificando-a com as mesmas cores.

A excepcionalidade está em vias de extinção e a pouca que existe abstém-se de se exibir na fogueira de vaidades para não se transformar em cinza.

O que procuras?

Sigam-me

Debaixo da asa

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.